Clássico entre Botafogo e Flamengo tem confusões e PM confirma morte

Antes de a bola rolar para o jogo entre Botafogo e Flamengo no estádio Nilton Santos, os arredores do palco e ao longo do trajeto das torcidas para a partida se transformaram em praças de guerra. Um torcedor rubro-negro foi morto na Ilha do Governador, segundo a PM, que enviou nota.

“Na tarde deste sábado (10/11), policiais militares do 17º BPM (Ilha) foram acionados pare verificar uma briga entre torcedores do Flamengo e Botafogo na Rua Combu, no bairro Cacuia. No local foi constatado que a confusão já tinha terminado e que houve tiros disparados e baleados. A equipe então foi até a emergência do Hospital Municipal Evandro Freire, também na Ilha do Governador, e constatou que dois torcedores baleados haviam dado entrada naquele pronto-atendimento e que um dos feridos não havia resistido aos ferimentos. Agentes da Delegacia de Homicídios (DH-Capital) estão no local”, diz o comunicado.

Segundo o jornalista Mauro Cezar Pereira, o torcedor do Flamengo morto chamava-se Pedro Henrique, e tinha 25 anos.

– Na Ilha não tinha previsão de escolta de torcida. O que aconteceu é briga de gangue. Sempre um caçando o outro para causar problema. Era uma concentração da Jovem do Flamengo, um gruoi da Furia do Botafogo com a Jovem do Vasco causaram este tipo de conflito, nem iam para o jogo – afirmou o coronel Silvio Luiz, do Batalhão Especializado de Policiamento em Estádios.

Além disso, um ônibus com 60 torcedores da Fúria Jovem do Botafogo vinha na escolta da Polícia Militar na Avenida Brasil, quando o grupo avistou torcedores do Flamengo na favela Parque União.

Ainda de acordo com o coronel Silvio Luiz, o motorista foi obrigado a parar o veículo e a briga generalizada aconteceu antes da intervenção dos policiais. O ônibus chegou ao estádio destruído e 60 torcedores do Botafogo foram detidos.

– A escolta seguia com o ônibus, mas os torcedores deram ordem para o motorista parar e houve conflito generalizado. Contornamos a situação e levamos todos da Fúria do Botafogo para o juizado do torcedor e apresentamos ocorrência, eles desobedeceram nossa ordem. Isso é combinado em reunião de segurança. Eles foram para o conflito – explicou o coronel Silvio Luiz.

Houve confusão também no estacionamento do Norte Shopping, nos arredores do estádio Nilton Santos, entre membros das duas torcidas, revela o Extra.

Via rede social, o Botafogo se manifestou e afirmou que “lamenta profundamente o falecimento de um torcedor do Flamengo e os incidentes registrados pela cidade neste sábado. O clube manifesta solidariedade a amigos e familiares. Futebol não é isso, é para ser um esporte de paz e diversão”.

Vale lembrar que a PM alertou que os ingressos muitos baratos praticados pelo Botafogo poderiam gerar tumulto e possíveis invasões dentro do estádio.

11/11/2018