Califórnia já contabiliza 50 mortos em incêndios

Subiu para 50 o número de mortos nos incêndios que atingem o sul e o norte da Califórnia, na costa oeste dos Estados Unidos, desde a semana passada. Mais de 200 pessoas ainda estão desaparecidas.

A situação mais grave é na cidade de Paradise, na parte setentrional do estado, onde o incêndio “Camp”, o mais mortal e destrutivo da história da Califórnia, tirou a vida de 48 indivíduos. O município foi dizimado pelas chamas, que bloquearam rotas de fuga e pegaram muitas pessoas enquanto elas tentavam escapar, diz o Terra.

Já no condado de Los Angeles, no sul da Califórnia, o incêndio “Woolsey” fez duas vítimas. O fogo atingiu inclusive a cidade de Malibu, lar de estrelas do entretenimento nos Estados Unidos, e forçou astros como Lady Gaga e Kim Kardashian a fugirem de suas casas.

Antes de Paradise, o incêndio mais mortal da Califórnia havia sido registrado em 1933, no parque Griffith, em Los Angeles, com 29 vítimas. As causas das chamas ainda estão sendo investigadas, mas o tempo seco e os ventos contribuíram para espalhá-las.

14/11/2018