70% são contra projeto que flexibiliza porte de armas, diz Datafolha

Pesquisa Datafolha divulgada nesta 6ª feira (12.jul.2019) revela que a maioria da população (69%) reprova o projeto de lei de Jair Bolsonaro que facilita o porte de armas. Apenas 28% são a favor, 2% não sabem e 1% é indiferente.

Entre os homens, a taxa de apoio é de 37%. Outros 61% são contra. Entre as mulheres, 20% são a favor e 78% contra.

O levantamento foi feito em 4 e 5 de julho. Foram ouvidas 2.086 pessoas de 16 anos ou mais em 130 municípios do país. A margem de erro é de 2 pontos percentuais. O nível de confiança é de 95%, informa o MSN.

As entrevistas foram feitas pouco mais de uma semana após o governo Bolsonaro revogar os decretos sobre armas. A gestão temia que os decretos fossem derrubados no Congresso. Em vez disso, o presidente enviou à Casa Legislativa 1 projeto de lei com tramitação em regime de urgência para facilitar o porte de armas.

Atualmente, o porte só é permitido para as categorias descritas no Estatuto do Desarmamento, como militares das Forças Armadas, policiais e guardas prisionais. O porte permite que o indivíduo ande armado fora de sua casa ou local de trabalho. Difere da posse, que só permite manter a arma dentro de casa ou no trabalho.

A pesquisa mostra também que 66% dos brasileiros são contra a posse de armas; 31% concordam com a frase “possuir uma arma legalizada deveria ser 1 direito do cidadão para se defender”.

12/07/2019